Gabarito Enem 2016, Provas e Expectativas

Todos os estudantes precisam fazer o (Exame Nacional do Ensino Médio) nem para ingressar no ensino superior público. A nota do exame é utilizada no processo seletivo das principais universidades públicas e institutos de tecnologia do país e nos programas governamentais de financiamento e custeio à educação e capacitação de jovens. Se respeitar o calendário do ano de 2015, as inscrições do Enem 2016 devem acontecer no início do ano, no mês de maio a junho.

Para que serve o Enem

O Enem foi criado para avaliar o conhecimento dos estudantes que terminam o Ensino Médio. Hoje, muitas universidades públicas e algumas particulares utilizam a nota do Enem no seu processo de seleção.

Programas estudantis do Governo Federal também fazem uso do Exame na escolha dos alunos, já que aqueles com melhor classificação conseguem as vagas em cursos de ensino superior, cursos técnicos e nos financiamentos estudantis.

Programas que usam a nota do Enem

Em algumas instituições de ensino, as inscrições para o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) acontecem pelo Sisutec (Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica), um sistema informatizado que oferta vagas em cursos técnicos gratuitos. Para o cadastro, o candidato precisa ter a nota do último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não pode ter tirado zero na prova de redação.

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que reúne vagas de universidades públicas e institutos de ensino superior federais de todo o país também, usa a nota do Enem. O Prouni (Programa Universidade para Todos), que oferece bolsas de estudos em faculdades particulares, e o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), que concede o financiamento de mensalidades para estudantes de instituições privadas de ensino superior, também utilizam a nota.


Como é a prova do Enem

O Enem possui quatro provas de 45 questões cada, abrangendo todas as matérias ensinadas durante o ensino médio. A prova é dividida em quatro temas, Ciências Humanas e suas tecnologias, Ciências da Natureza e suas tecnologias, Linguagens, Códigos e suas tecnologias, Matemática, códigos e suas tecnologias.


Como em edições passadas, a prova do Enem 2016 envolve conhecimentos gerais da atualidade e interpretação textual. O exame usa competências e habilidades com questões feitas por nível de dificuldade, do mais fácil ao mais difícil.

Importância da prova de redação

Também é realizada uma redação que geralmente abrange temas do cotidiano, por isso é necessário que os estudantes estejam atentos às notícias e às discussões na imprensa e sociedade. Esta prova tem um peso muito grande na média final do estudante, valendo 20 % na nota final e ao todo a redação pode chegar a mil pontos.

Últimas mudanças no Enem 2015

Uma das mudanças foi o horário do início da prova. Neste ano, o exame começou a partir das 13h30, com o fechamento dos portões exatamente às 13 horas, de acordo com o horário oficial de Brasília. Outra mudança é que os candidatos recebiam em suas residências o Cartão de Confirmação que traz, entre outras informações, o local de prova do Enem. Agora, o cartão não será mais enviado pelos Correios e os candidatos devem acessá-lo diretamente no site do Enem, sendo que não há necessidade de imprimi-lo e levá-lo no dia da prova.

Expectativas para o Enem 2016

Ao todo foram 7.746.057 inscritos na edição de 2015 do Enem, sendo que 1,9 milhão de candidatos não compareceram ao exame. Nesta edição 743 estudantes tiveram a prova anulada, pois infringiram regras como publicar o caderno de respostas nas redes sociais. As questões que mais surpreenderam foram às relacionadas ao tema feminismo, como também o tema da prova de redação sobre violência contra a mulher.

A expectativa para o Enem 2016 é que os números de inscritos continuem a crescer e os temas estejam voltados para assuntos do cotidiano, em debate na sociedade.

Assista este vídeo e Descubra como você também pode transformar sua Redação do Enem!