5 erros muito comuns nas redações do Enem!

A redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) tem muito peso na prova, pois o candidato que zerar na redação não pode utilizar a nota do Enem para os processos seletivos do MEC como o Sisu ou ProUni, por exemplo.

É muito comum que os candidatos cometam erros durante a produção de redação dissertativa, argumentativa que certamente os prejudicam na nota. Confira abaixo os 5 erros muito comuns nas redações do Enem e como evitá-los.

1º erro – Fugir do tema de redação

A prova do Enem apresenta um tema, um assunto do qual é preciso dissertar, defender. No entanto, ha hora de produzir o texto dissertativo, argumentativo muitos candidatos fogem do tema, iniciam o assunto e depois fogem, falam de outra coisa que não tem relação com a proposta do Enem.

É preciso ter cuidado e estar muito atento. É importante que se fale do início ao fim sobre o assunto solicitado no Enem.

Acesse e saiba mais informações: Entenda o uso do hífen para se dar bem na Redação do ENEM!

2º erro – Repetição de palavras ou ideias

Há pessoas que costumam repetir muitas vezes determinadas palavras, tanto na escrita, quanto na fala.

Um texto é formado por, no mínimo, 4 partes. É muito comum vermos candidatos que falam de algo no primeiro parágrafo do desenvolvimento e repetem a ideia no terceiro parágrafo do desenvolvimento.

5 erros muito comuns nas redações do Enem

5 erros muito comuns nas redações do Enem (Foto: Divulgação)

Para que isso não ocorra é preciso que, ao finalizar o texto, reler o texto e verificar as palavras ou ideias repetidas. Após essa verificação, é possível fazer a correção, a exclusão ou a troca da palavra repetida ou a retirada do parágrafo repetido.

É necessário evitar a repetição de palavras ou ideias. Ao fazer essa revisão, o texto ficará mais claro, coeso, objetivo. Essa prática faz parte da construção de um bom texto.

3º erro – Uso da linguagem coloquial

Linguagem coloquial é aquela usada no dia a dia, utilizada para nos comunicar com pessoas próximas da gente, como amigos, familiares ou conhecidos. Nesse tipo de linguagem é comum o uso de palavras abreviadas, gírias ou palavrões.

Em um texto como da redação do Enem não é possível utilizar a linguagem coloquial. É preciso que a linguagem seja padrão, formal, isto é, sem gírias, palavrões. Isso porque não conhecemos o corretor, o leitor, por isso a linguagem correta a ser usada é a culta, é necessário ser formal.

Acesse e saiba mais informações: 17 Possíveis temas de Redação ENEM 2016


4º erro – Parágrafos muito longos ou muito curtos

Outro erro também muito comum nas redações do Enem é a utilização de parágrafos muito curtos ou muito longos.

Em um parágrafo muito curto pode haver a falta de alguma ideia, pode ser que ele fique incompleto, que o leitor não consiga compreender alguma ideia.

5 erros muito comuns nas redações do Enem

5 erros muito comuns nas redações do Enem (Foto: Divulgação)

Da mesma forma ocorre em um parágrafo muito longo, pode ocorrer a falta de coerência ou coesão no texto. O leitor pode não entender a ideia, ficar confuso.

A dica é dividir o parágrafo muito longo e organizar bem a ideia, pois um texto argumentativo, dissertativo deve ficar claro e objetivo.

5º erro – Utilização da crase

O uso da crase é outro dos erros mais comuns na redação do Enem. Muitos candidatos não sabem quando utilizá-la ou não.

Um exemplo: Na frase vou à Bahia. O verbo VOU necessita da preposição A, além disso, Bahia é um substantivo feminino, é possível colocar o artigo a antes da palavra Bahia.

A junção da preposição a + o artigo feminino a, resulta na crase, ou do acento grave.

banner dbora

Esses são os 5 erros mais comuns realizados nas produções textuais nos vestibulares, na redação do Enem e em alguns concursos.

Acesse e saiba mais informações: Dicas de Vestibular com os principais vestibulares do Brasil

Professora Débora Marasca

Formada em Letras com Português/Inglês, Débora Marasca é professora de Língua Portuguesa para alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio e uma apaixonada pela escrita.

Ao ver as dificuldades de muitos dos seus alunos das séries concluintes – que iriam enfrentar provas como Enem, Vestibulares e Seleção para Escolas Técnicas – perante as Redações, resolveu aplicar um método rápido de aprendizado para a aprovação na Redação.

redação total enem

Professora Débora Marasca.

Com muitos resultados positivos, decidiu então compartilhar a apostila “Redação Total Enem” para ajudar o maior número possível de alunos.

O método Redação Total Enem é um guia surpreendentemente simples e eficaz, que mostra ao aluno o passo a passo para escrever uma redação para o Enem. É todo baseado nos critérios de avaliação do Enem.