Receba GRÁTIS o Passo a passo para Fazer uma REDAÇÃO nota 1000!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...

Conheça as regras da Reforma Ortográfica 2016

O Novo Acordo Ortográfico foi estabelecido visando promover a unificação ortográfica dos países que tem o Português como língua oficial: Brasil, Cabo Verde, Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Guiné Bissau e Portugal. Ele está em uso desde o dia 1 de janeiro de 2009, onde se iniciou a mudança gradativa em textos publicados de livros, jornais, revistas. Desde então aos poucos começamos a perceber as pequenas mudanças em nosso dia a dia.

prova

Desde 1 de janeiro de 2016 o acordo passou a ser uma regra. Sendo cobrado como todas as outras regras da Gramática da Língua Portuguesa. Passando a fazer parte de provas e concursos.

É importante lembrar que no ENEM 2016 essas regras vão ser cobradas, principalmente na REDAÇÃO ENEM, que deve seguir as normas do início ao fim do texto. Podendo levar a descontos na nota final.

Os principais motivos que levaram à Reforma Ortográfica 2016

O principal motivo das novas regras ortográficas é unificar a língua portuguesa em todos os países que tem o Português como principal idioma, tornando assim mais fácil a comunicação entre diversos países. A mudança ocorre em todos os países citados acima, em tempos diferentes de acordo com cada governo. No Brasil, no dia 1º de janeiro deste ano se tornou obrigação escrever de acordo com as novas regras.

Conheça as mudanças na Ortografia

As mudanças em palavras com hiato

Uma das mudanças na nova ortografia é a retirada do acento circunflexo nas palavras terminadas com hiatos, vogais que pertencem a sílabas diferentes. Você pode não saber do que eu estou falando, mas veja as palavras com hiato e acento circunflexo:
– Vêem
– Lêem
– Enjôo
– Vôo

Todas elas, antes das novas regras, possuíam acento circunflexo. Agora, com as mudanças, ele foi embora:
– Veem
– Leem
– Enjoo
– Voo

As mudanças em palavras com U e I tônico

Você com certeza já leu alguma palavra com acento no U, principalmente nas sílabas que, qui e gue de verbos. Além disso, também era muito comum você ver acento em paroxítonas que possuem letra I e U seguidos de ditongo. Veja como era e como ficou:
– Feiúra / Feiura
– Obliqúe / Oblique
– Averigúe / Averigue

writing-1170146_960_720

As mudanças em ditongos abertos

Ditongos abertos são aquelas palavras que combinam duas vogais em pronunciadas em uma sílaba. Os ditongos abertos “éi” e “ói” nas paroxítonas, com as novas regras, perderam os acentos agudos. Uma mudança que foi muito questionada e polêmica, foi relacionada a palavra ideia, que com essa nova regra, acabou ficando sem o acento. Veja mais alguns exemplos:

– Jóia / Joia
– Heróico / Heroico
– Assembléia / Assembleia
– Jibóia / Jiboia

As mudanças em palavras homônimas

Palavras homônimas, também conhecidas como acentos diferenciais, são aquelas que diferenciam uma palavra igual da outra, por meio do acento. Um bom exemplo é a palavra “pára” que é um verbo e “para” que é uma preposição – mesmas palavras com significados diferentes que são diferenciadas pelo acento. Com as novas regras, o verbo perde o acento. Veja os exemplos:

– Pára / Para
– Pêlo / Pelo
– Pólo / Polo
– Pêra / Pera

Mas você deve ficar atento à essa regra, ela não se aplica no “pôde” que é um verbo do passado e nem no “pôr” que se diferencia da preposição.

Veja 8 dicas para se dar bem na REDAÇÃO do ENEM 2016! Clique e saiba mais!

As mudanças em palavras com tremas

Outra questão muito polêmica. O trema foi retirado de todas as palavras da língua portuguesa, tornando mais fácil a escrita de palavras como linguiça e pinguim. Sobrenomes estrangeiros que possuem o trema continuam com ele. Veja agora exemplos de como era e como ficou:
– Freqüente / Frequente
– Lingüiça / Linguiça
– Conseqüência / Consequência
– Seqüestro / Sequestro

Entenda as mudanças relacionadas ao uso do Hífen

O hífen foi retirado de diversas palavras conhecidas, mas continua em outras. Por isso, você deve ter boas informações para não errar na hora do Enem.

Palavras compostas com elemento de conexão acabaram perdendo o hífen, exemplos: dona de casa, dia a dia, fim de semana, cão de guarda, entre outros. O hífen também ainda deve ser utilizado em palavras com prefixo e sufixo, exemplos: aero, agro, anti, auto, arqui, contra, des, entre, ex, hidro, hiper, in, mini, pan, pós, pré, pseudo, semi, super, vice, entre outros.

Ele também deve ser usado em palavras cujo prefixo do primeiro elemento terminar com a mesma vogal que inicia o segundo. Em nomes de animais, plantas e casos consagrados, o hífen permanece.

estudar-em-casa-estudos-860x450_c

A inclusão oficial do K, W e Y no alfabeto

Essas três letras já são bem conhecidas do povo brasileiro, mas só agora com as novas mudanças elas passaram a fazer parte oficialmente do nosso alfabeto, totalizando 26 letras.
Com a inclusão delas pouca coisa muda, elas sempre foram usadas para representar siglas e palavras originárias de outros países. As siglas mais conhecidas são o km (quilômetro) e kg (quilograma).

A duplicação das letras

Com o novo acordo ortográfico, quando o segundo elemento da palavra com prefixo dissílabo terminado em vogal começar com S ou R, a letra deve ser duplicada. Antigamente, as duas palavras eram separadas por hífen, mas agora, você deve duplicar a letra. Veja exemplos:

– Mini-saia / Minissaia
– Auto-retrato / Autorretrato
O mesmo vale para palavras derivadas com o prefixo “co”, onde a letra deve ser dobrada se a primeira letra do segundo elemento for R ou S.

Reforma Ortográfica 2016 na prova do ENEM

Você pode achar que não, mas todas essas mudanças ortográficas podem influenciar na sua nota final do ENEM. Todas as regras serão cobradas no exame, e os candidatos devem apresentar total dominação da língua portuguesa e suas regras para conseguirem uma boa classificação.

highlighter-1103715_960_720

Erros ortográficos na redação tiram pontos, o que deixa sua nota lá embaixo. É fundamental você ter o conhecimento das mudanças, para que não fique na dúvida na hora de responder uma questão e para que faça uma redação construtiva e dissertativa com o bom português.

Mudanças necessárias na Ortografia

As mudanças na ortografia vêm para deixar a escrita entre os países que falam Português mais fácil, para que possam usar e entender a ortografia na escrita da mesma maneira. O que mais aproxima os homens é a escrita, seja por cartas, cartazes, anúncios, até mesmo pela internet, que se tornou o meio de comunicação mais usado no mundo. Quanto mais próxima à escrita fica melhor é a comunicação.

Ortografia no ENEM

As provas do ENEM vêm sendo cada vez mais intensas, pois a cada ano que passa as exigências vão sendo maiores. Para que os candidatos inscritos possam obter uma ótima média é preciso que se preparem muito através de cursinhos e estudos progressivos. O que mais reprova alunos é a redação, pois a mesma vem com erros ortográficos gravíssimos, palavras escritas erradas, fuga do tema proposto, em fim, os erros cometidos são muitos, principalmente os de português. Com a nova ortografia tende a piorar, a não ser que, as escolas e cursinhos passem a cobrar de forma mais complexa o uso da nova ortografia para que os alunos possam se preparar para o ENEM.

Quando a nova ortografia deve ser usada?

Desde janeiro de 2016 a nova ortografia já está em vigor e poderá reprovar candidatos em concursos, provas de vestibular e o ENEM. Portanto se você quer muito passar em uma prova ou concurso e fazer o ENEM 2016 sem ser desclassificado na redação, comece a estudar hoje mesmo as novas regras e mudanças na ortografia. Quanto antes você começar a praticar, mais fácil e rápido conseguira se adaptar as novas regras.

Dicionários com a nova ortografia

Existem inúmeros dicionários que já estão com a nova ortografia para que os alunos possam tirar suas dúvidas das palavras e a maneira certa de escrever. Entre os Dicionários mais procurados destacam-se:
– Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa;
–  Mini Aurélio – O Dicionário da Língua Portuguesa;
–  Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa;
– Michaelis Língua Portuguesa – Dicionário Escolar;
– Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa – Acompanha CD-ROM;
– Dicionário Aurélio Ilustrado.

Você pode escolher o dicionário de sua preferência, bem como a editora. Os preços podem variar de acordo com o que o mesmo oferece. O uso do dicionário é indispensável nessa nova etapa da língua Portuguesa, principalmente para quem quer evitar erros na escrita.

Erros comuns na língua Portuguesa

Confira alguns erros muito comuns que os brasileiros costumam cometer com a língua Portuguesa e evite:

Forma Errada                    Forma Correta
O Livro é para MIM ler – O livro é para EU ler
(MIM, não lê, porque não pode ser sujeito)

Está tudo certo entre EU e você – Está tudo certo entre MIM e você.
(Depois da Preposição deve se usar MIM ou TI)

FAZEM 10 dias – FAZ 10 dias
(Fazer quando exprime tempo, é impessoal, não apresenta variações)

HOUVERAM  muito problemas – Houve muitos problemas no governo
(HAVER, no sentido de existir é invariável)

EXISTE muitas expectativas – EXISTEM muitas expectativas
(Os verbos bastar, faltar, sobrar, existir e restar, são verbos regulares e variam)

VENDE-SE Terrenos – VENDEM-SE terrenos
(Nesse caso o verbo concorda com o sujeito)

HÁ dois meses ATRÁS – Ele chegou a dois meses
As palavras HÁ e ATRÁS representam passado, não se deve usar os dois juntos.

Assista este vídeo e Descubra como você também pode transformar sua Redação do Enem!

Receba GRÁTIS o Passo a passo para Fazer uma REDAÇÃO nota 1000!